Marco Antonio Passos Rodrigues, Estudante de Direito
  • Estudante de Direito

Marco Antonio Passos Rodrigues

1seguidor93seguindo
Entrar em contato

Comentários

(19)
Marco Antonio Passos Rodrigues, Estudante de Direito
Marco Antonio Passos Rodrigues
Comentário · há 10 meses
Drª Gabriela Albuquerque, muito bom seu ponto de vista, e bastante justo. Esqueceu só alguns detalhes, que pelo visto não tem a menor importancia como: 1 - A relação de casamento inclui a expectativa de geração de filhos, ou seja, a possibilidade. Caso um dos nubentes seja estéril, geralmente isso só é descoberto pelo par estéril depois de muitas tentativas de conceção, e caso ele já saiba, normalmente isso é informado por ele dando ao outro a opção de escolha, sem falar de mulheres que se casam já fora da idade fértil, o que não a impede de gerar filhos, o que temos como exemplo casos de avós que engravidaram após tratamento hormonal e doação de óvulos. 2 - O casamento se baseia em alguns pilares fundamentais, que são: Especie (só podem se casar quem for da especie humana, daí, no Direito Romano, um humano se casar com um(a) cachorro(a) não é admitido), Sexo (só existem dois, macho e fêmea naturais, o que não inclui machos e femeas cirurgicos), Numero (está em função de sexo, que só existem dois). Talvez a Drª levante o caso da poligamia islamica, mas em tal caso tratam-se de casamentos separados, onde o homem não se casa com varias mulheres, mas sim, casa-se até quatro vezes sendo obviamente quatro casamentos formando quatro familias.
O que mais me chama atenção é que, segundo tal pensamento, o nubente não tem direito de saber a verdade de com quem está se casando sendo assim tolhido em seu direito de escolha.
Não podemos esquecer da realidade, pois ninguem muda de sexo, apenas muda de aspecto, pois sexo é o que está no DNA, e não existe nada que mude isso por ser imposição da natureza. Aí vem aquela doutrina de que sexo é aquilo que a pessoa sente ser. A transexualidade é um transtorno de comportamento onde a pessoa sente que não é aquilo que realmente é, mas, quando o Inri Cristo diz que sente que é o proprio Jesus Cristo, aí é maluquice.
A verdade é que o mundo está precisando tomar um choque de realidade, e por conta disso muitos se suicidariam por não suportar a realidade, que não dá a menor importancia se a aceitamos ou não. Só os mais aptos sobrevivem ao que a realidade impõe, pois essa é a lei da natureza.
Em tal matéria, muitos advogados defendem tal ponto de vista apenas por interesse financeiro, e outros detalhes embutidos nisso não tem a menor importancia.

Perfis que segue

(93)
Carregando

Seguidores

(1)
Carregando

Tópicos de interesse

(91)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Marco

Carregando

Marco Antonio Passos Rodrigues

Entrar em contato